Hospital Santa Virginia - Institucional - Notícias



Conheça os diferentes tipos de doenças reumáticas

reumatismo, na verdade, inclui centenas de doenças reumáticas, que afetam, principalmente, as articulações, os ossos, os tendões e os músculos. Podem ocorrer em pessoas de todas as idades. Em apoio ao Dia Nacional de Luta contra o Reumatismo (30 de outubro), a Dra. Elaine Nespoli, reumatologista do Hospital Santa Virgínia (HSV), explica os principais sintomas, formas de prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças reumatológicas mais comuns. 

Principais tipos de reumatismo

Existem centenas de doenças reumáticas, que se dividem em três grupos principais:

1- Inflamatórias: Artrite Reumatoide, Espondilite Anquilosante, Artrite Psoriática, Febre Reumática (comum em crianças), entre outras;

2- Autoimunes: como o Lúpus Eritematoso Sistêmico e a Esclerodermia;

3- Osteomusculares: Artrose, Bursite, Fibromialgia, Gota (prevalente em homens, com o aumento da taxa de ácido úrico no sangue), Tendinopatias e Espondilopatias (dores na coluna).

Em geral, as doenças reumáticas se manifestam mais nas mulheres (cerca de 80% mais frequentes do que no sexo masculino). Isso ocorre devido a fatores hormonais e genéticos. Nas pessoas em idade ativa, se a doença não for diagnosticada e tratada corretamente, pode levar ao afastamento, licenças médicas e até à incapacidade laboral. 

Tem como prevenir?

A prática de atividades físicas adequadas é uma grande aliada na prevenção e no sucesso do tratamento, procurando evitar os exercícios de alto impacto articular, priorizando o fortalecimento muscular, sempre com o acompanhamento de um especialista. O controle do peso e os cuidados com a saúde mental também são essenciais.

Se tiver casos de doenças reumáticas na família, sobretudo autoimunes, é recomendável consultar o reumatologista para uma avaliação diagnóstica precoce. 

Sinais e Sintomas 

- Dores nas articulações (“juntas”), acompanhadas ou não por inflamação (inchaço, calor e vermelhidão), sem história de trauma local;

- Rigidez matinal: dificuldade para iniciar os movimentos pela manhã, sentindo as articulações endurecidas.

Diagnóstico 

Se identificar algum dos sintomas anteriores, consulte um especialista para a investigação necessária. Além da avaliação clínica, o médico poderá solicitar exames laboratoriais (como exame de sangue) e de imagens (como Raios-x, Tomografia Computadorizada, Ultrassonografia e Ressonância Magnética). Esses exames são realizados no Laboratório de Análises Clínicas e no Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) do Hospital Santa Virgínia. Possuem cobertura de alguns convênios e uma tabela particular diferenciada com preços acessíveis. 

Tratamento 

Abrange várias orientações, como repouso, indicação de exercícios adequados e o uso de medicamentos, sempre prescritos pelo profissional. 

No Hospital Santa Virgínia, os pacientes realizam o tratamento no Centro de Infusão de Medicamentos Imunobiológicos. Este novo método terapêutico é considerado o mais eficaz no combate às doenças reumáticas. O setor conta com infraestrutura adequada e assistência especializada, proporcionando segurança, conforto e praticidade aos pacientes. 

Também é importante o acompanhamento pela equipe multidisciplinar, como Fisioterapia e Nutrição.

Contribuiu com este conteúdo:

Dra. Elaine Nespoli, reumatologista do Hospital Santa Virgínia | CRM-SP: 66.563

Fonte: Assessoria de Comunicação do Hospital Santa Virgínia

Publicado em: 30/10/2020

 Imprensa  Centenário  Contato
Av. Celso Garcia, 2.294 - Belém - São Paulo/SP
Hospital Santa Virgínia © 2020