Hospital Santa Virginia - Institucional - Notícias



São José

No dia 19 de março, durante a Quaresma, a Igreja abre exceção na liturgia e troca o roxo (cor litúrgica usada no tempo quaresmal) pelo branco para a celebração do dia de São José.

Nas sagradas escrituras, existem poucas passagens que relatam a vida de José. Entretanto, é indiscutível a sua importância para a concretização dos planos de Deus.

José deu seu “sim” para o Pai quando, ao despertar do seu sonho em que o anjo lhe apareceu, aceitou Maria como sua esposa e o menino Jesus como seu filho. A atitude do carpinteiro foi de extrema importância para cumprir as profecias, pois José era de descendência de Davi.

“Assim aconteceu o nascimento de Jesus: Maria, sua mãe, era noiva de José e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida por obra do Espírito Santo. José, seu noivo, sendo uma pessoa de bem, não quis que ela ficasse com o nome manchado e resolveu abandoná-la sem ninguém o saber. Enquanto planejava isso, teve um sonho em que lhe apareceu um anjo do Senhor para dizer-lhe: “José, filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como esposa, porque a criança que ela tem em seu seio vem do Espírito Santo. Ela terá um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele salvará seu povo de seus pecados”. Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor tinha dito pelo profeta com estas palavras: “A virgem conceberá e dará à luz um filho, a quem chamarão Emanuel, nome que significa ‘Deus conosco’”. Quando acordou, José fez o que o anjo do Senhor havia mandado. Levou sua esposa para casa e, sem que a ela se unisse, ela teve um filho. E José lhe deu o nome de Jesus.” (Mt 1, 18-25).

No ano de 1870, o Papa Pio IX decretou São José como o padroeiro da Igreja Universal com o decreto chamado Quemadmodum Deus. Também foi titulado, pelo Papa Leão XIII, como advogado dos lares cristãos.

José, homem honesto, justo e artesão, era carpinteiro e ensinou Jesus a sua profissão, que, posteriormente, abandonaria para seguir com sua missão. Por ser muito dedicado a seu ofício, Pio XII batizou o dia 1º de maio como festa de José trabalhador, em sua homenagem.

José também era um homem fiel em oração e de grandes princípios, seguindo, por exemplo, o que João Batista ensinou: “É preciso que Ele cresça e eu diminua” (Jo 3,30).


Oração a São José

“A vós, São José, recorremos em nossa tribulação e, depois de ter implorado o auxílio de Vossa Santíssima Esposa, cheios de confiança solicitamos o vosso patrocínio.

Por esse laço sagrado de caridade, que os uniu à Virgem Imaculada, Mãe de Deus, pelo amor paternal que tivestes ao Menino Jesus, ardentemente vos suplicamos que lanceis um olhar benigno para a herança que Jesus conquistou com seu sangue,e nos socorrais em nossas necessidades com o vosso auxílio e poder.

Protegei, ó Guarda providente da Divina Família, a raça eleita de Jesus Cristo.

Afastai para longe de nós, ó Pai amantíssimo, a peste do erro e do vício.

Assisti-nos do alto do céu, ó nosso fortíssimo sustentáculo, na luta contra o poder das trevas; assim como outrora salvastes da morte a vida do Menino Jesus, assim também defendei agora a Santa Igreja de Deus contra as ciladas de seus inimigos e contra toda adversidade.

Amparai a cada um de nós com o vosso constante patrocínio, a fim de que, a vosso exemplo, e sustentados com vosso auxílio, possamos viver virtuosamente, morrer piedosamente e obter no céu a eterna bem-aventurança. Assim seja.

Fonte: Portal A12 e Canção Nova

 Imprensa  Centenário  Contato
Av. Celso Garcia, 2.294 - Belenzinho - SP
Hospital Santa Virgínia © 2018