Hospital Santa Virginia - Institucional - Notícias



Exagerei na ceia. O que fazer?

Confira as dicas da Dra. Maria Graciela Luongo, nutróloga do Hospital Santa Virgínia, para desintoxicar seu organismo e aproveitar as festas sem culpa

Dezembro é época de reunir a família e amigos para a celebração do Natal e Réveillon. As confraternizações são sinônimo de muita comida boa e ótimas sobremesas, consequentemente, exagero durante a ceia. Entretanto, no dia seguinte, é comum aquela sensação de “estufamento”, inchaço na barriga, dores de cabeça e sintomas de má digestão.

Muitos deixam de se alimentar durante o dia para exagerar na ceia, porém, esta prática não é recomendada pela nutróloga do Hospital Santa Virgínia, Dra. Maria Graciela Luongo. “Engana-se quem pensa que, para não engordar no Natal, o melhor caminho é passar o dia sem comer ou exagerar nos exercícios físicos. O resultado dessa prática é exatamente o oposto. O ideal é não deixar de aproveitar a data, mas sem exageros”, orienta.

O exagero de comida, além de agregar mais calorias, pode causar graves problemas de saúde, sendo o principal deles a intoxicação alimentar. “A intoxicação alimentar não acontece apenas por conta da ingestão de alimentos contaminados. Comer demais, especialmente pratos com muita gordura e açúcar, também pode desencadear vômitos e diarreia”, alerta a Dra. Maria Graciela Luongo.

Segundo a especialista, é fundamental a ingestão de líquido antes, durante e depois da ceia, que serve para repor os líquidos perdidos e desintoxicar o organismo. Prefira água pura e de coco, chás gelados, sucos de limão, maracujá e acerola.

A médica esclarece que não é necessário se privar de comer os pratos favoritos, mas sim, em pequenas porções e com moderação. “É recomendável investir em um prato de salada antes do prato principal ou durante a ceia, o que aumenta a sensação de saciedade do organismo. Mastigue lentamente, saboreando a comida. A comunicação entre os hormônios sacietógenos e o cérebro leva de 15 a 20 minutos para ser concluída após o início da refeição, então, vale esperar esse tempo, o que evita repetir a refeição”, esclarece a nutróloga. Ela sugere evitar sobremesas à base de creme de leite, leite condensado ou chantili, porque apresentam uma quantidade elevada de açúcar. “Prefira castanhas, frutas frescas e, se o ingrediente principal for chocolate, escolha o tipo meio amargo”, complementa.

No dia seguinte, os cuidados devem ser mantidos. É importante consumir alimentos leves como verduras, legumes, frutas e hortaliças. “Evite comer carnes gordurosas durante o período de recuperação, pois o organismo está sobrecarregado. Fuja ao máximo do consumo de embutidos multiprocessados, bebidas alcoólicas e doces, e intensifique os exercícios físicos”, aconselha a nutróloga do HSV.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Hospital Santa Virgínia

 Imprensa  Centenário  Contato
Av. Celso Garcia, 2.294 - Belenzinho - SP
Hospital Santa Virgínia © 2018