Hospital Santa Virginia - Institucional - Notícias



Comportamento Seguro e Saúde no Trabalho é tema da Sipat 2019

Hospital Santa Virgínia realiza evento com palestras, teatro e jogos educativos para conscientização dos colaboradores

Entre 9 e 13 de setembro de 2019, o Hospital Santa Virgínia (HSV) realizou a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (Sipat). Nos cinco dias, foram realizadas palestras, teatro e dinâmicas educativas, voltadas para o tema deste ano: “Comportamento Seguro e Saúde no Trabalho”. Na abertura, a Irmã Maria Eni Queiroz de Oliveira, vice-presidente e diretora administrativa do HSV, reforçou a importância de manter a concentração durante as atividades, para prevenir acidentes.

A primeira palestra foi ministrada pelo engenheiro de segurança do trabalho, André Muniz Barbosa, com o tema “Segurança do Trabalho X Comportamento”. O especialista exemplificou práticas seguras e inseguras, além de apresentar medidas preventivas e os tipos de riscos: físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e de acidentes. “É fundamental pensar, planejar e analisar os riscos antes de executar as tarefas, assim, minimizando as condições de insegurança. É obrigação de todos gerar um ambiente sem acidentes”, alertou.

O bombeiro civil André Lima explicou sobre a atuação da Brigada de Incêndio, abordando o Plano de Contingência à Emergência e dicas de prevenção. “É essencial estabelecer uma cultura preventiva de segurança. Deve ser uma conduta diária, ficando atento a possíveis situações de risco. Este conhecimento deve ser replicado em casa e não só na empresa”, reforçou.

No segundo dia, a consultora da Sompo Saúde, Andreia Pasquim, orientou sobre a melhor forma de utilizar os benefícios do convênio. “É importante fazer o uso consciente do plano. Casos de urgência e emergência devem ser tratados no Pronto Atendimento. Em problemas crônicos, é recomendado consultar um especialista para seguir um tratamento mais assertivo”, esclareceu.

Encerrando a programação de 10/9, Givanildo Costa, analista de Recursos Humanos, falou sobre educação financeira. “Os benefícios são diversos, por exemplo, permite equilibrar as finanças, realizar sonhos e ter mais qualidade de vida. Além disso, evita alguns impactos negativos, como: estresse, depressão, problemas de relacionamento, baixa produtividade e concentração no trabalho”.

Em 11/9, o engenheiro de segurança do trabalho, André Muniz Barbosa, e as enfermeiras do setor de Educação Continuada, Carla Lucena e Eliana Constantino, realizaram uma peça de teatro, mostrando as boas práticas no ambiente de trabalho e o papel da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa). “A segurança é realizada em conjunto; todos os colaboradores devem contribuir para que possamos reduzir os incidentes”, afirmou Carla.

O Dr. Ulisses Rosalino, pneumologista do HSV, esclareceu sobre os malefícios do cigarro. O tabagismo é a principal causa de morte evitável, estando associado a 90% dos óbitos por câncer de pulmão, 85% por Doenças Pulmonares Obstrutivas Crônicas (DPOC), além de 25% por doenças do coração. “É necessário que o paciente queira parar de fumar, e tenha o apoio da família e dos amigos, para o sucesso do tratamento”, afirmou o especialista.

No penúltimo dia da Sipat (12/9), o diretor da TIV Plásticos, sr. Tamas Istvan Vero, explicou o processo de biodegradação do plástico, que torna o material menos poluente ao ambiente. Já a Dra. Marcia Marotto, infectologista do HSV, falou sobre a prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). “Atualmente, os jovens e a população idosa estão deixando de se cuidar, consequentemente, aumentando a disseminação dessas infecções”, afirmou. A especialista também ressaltou a importância da realização dos exames de sorologia para o diagnóstico. “Pessoas com até 30 anos devem fazer, no mínimo, uma vez ao ano, assim, é possível começar o tratamento de forma rápida”, concluiu.

Finalizando a Sipat deste ano, os colaboradores assistiram à palestra sobre sustentabilidade, ministrada pela gestora da área técnica da Onira Soluções Ambientais, Giseli de Alcântara. A especialista ressaltou a importância do descarte correto dos resíduos e da economia dos recursos naturais. “Nós somos responsáveis pelas nossas atitudes e suas consequências ao meio ambiente. Ser sustentável é utilizar o que realmente é necessário para a sobrevivência”, afirmou. Além disso, foram apresentados alguns projetos sustentáveis realizados no Hospital Santa Virgínia, entre eles, “Pássaros verdes” e “Logística reversa”.

Já a Dra. Maria de Fátima Magon, física responsável da Sapra Landauer, referência em serviços de dosimetria, abordou, em sua palestra, conceitos relacionados à proteção radiológica. “É essencial assegurar os requisitos mínimos de proteção, além de otimizar e garantir a qualidade das imagens radiológicas para obter diagnósticos corretos e precoces”, relatou.

A Sipat 2019 contou com a participação de cerca de 400 colaboradores, envolvendo todos os setores do HSV. No último dia, foi realizado um sorteio a partir do preenchimento de uma atividade educativa sobre saúde e segurança no trabalho.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Hospital Santa Virgínia

Publicado em: 25/9/19

Bootstrap Slider
 Imprensa  Centenário  Contato
Av. Celso Garcia, 2.294 - Belenzinho - SP
Hospital Santa Virgínia © 2018