Hospital Santa Virginia - Institucional - Notícias



Como chegar à melhor idade com mais saúde

Confira as dicas do Dr. Alexandre Fortini, geriatra do Hospital Santa Virgínia, para ter um envelhecimento saudável

Nos últimos anos, a população brasileira tem ganhado cada vez mais idosos. Segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2017, o Brasil tem 30,2 milhões de pessoas com mais de 60 anos. Contudo, envelhecer de forma saudável é um desafio para todas as gerações.

Muitos se enganam ao pensar que devem procurar um geriatra somente após os 60 anos. Segundo o Dr. Alexandre Fortini, geriatra do Hospital Santa Virgínia, os cuidados preventivos devem começar antes de chegar à fase idosa. “As medidas preventivas na rotina, consulta médica e exames diagnósticos para verificar a presença de doenças mais comuns e hereditárias podem começar a partir dos 40 anos”, afirma o especialista.

Confiras as dicas do Dr. Alexandre Fortini e saiba como chegar à melhor idade com mais saúde.

Exames de rotina: uma das medidas importantes que muita gente deixa de lado é o check-up anual. Os exames mais frequentes são: glicemia, hemograma, triglicerídeos, colesterol total, exame de urina, ureia e creatinina. “Os exames clínicos e de diagnósticos verificam prioritariamente o funcionamento do organismo ou possíveis alterações significativas”, esclarece o Dr. Alexandre Fortini.

Atividade física: os benefícios da prática de exercícios físicos são inúmeros, entre eles, a melhora do equilíbrio postural, da capacidade de função do coração e do pulmão, do controle dos níveis de colesterol e glicose, e o fortalecimento da estrutura óssea. “A perda de massa muscular e óssea e a diminuição da flexibilidade articular começam a se acentuar principalmente após os 50 anos. Os exercícios de baixo impacto associados com adaptação de carga ajudam a manter ou mesmo melhorar a densidade óssea”, afirma o geriatra. Além disso,a atividade física contribui para a elevação da autoestima e do humor, refletindo em melhor qualidade de vida.

Alimentação balanceada: manter bons hábitos alimentares é fundamental para chegar à terceira idade com mais saúde. “A alimentação diversificada e equilibrada ajuda no controle do peso corporal, manutenção da massa óssea, equilíbrio dos níveis de açúcar e colesterol no sangue, atividade rotineira do intestino e prevenção de doenças infecciosas”, explica o especialista.

Durma bem: a quantidade de sono é fundamental em todas as idades, sendo o ideal de sete a nove horas por noite. “A diminuição do período de sono aumenta os riscos de doenças do coração e hipertensão arterial, maior sensibilidade à dor, menor reação do sistema imune para as infecções, depressão e ansiedade, além de aumentar os riscos de acidentes”, comenta o médico.

Evite o tabagismo e a ingestão de bebida alcóolica: o uso do álcool etílico e do cigarro ocasiona inúmeros males à saúde. “O tabagismo prejudica a saúde mental e a função do coração e do pulmão, além de acelerar a descalcificação óssea e aumentar as complicações causadas pela diabetes e o colesterol alto. O álcool aumenta a agressividade e causa redução do tamanho cerebral, assim, acelerando o esquecimento; também aumenta o risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e de sangramento em caso de queda, além de dificultar o tratamento da diabetes e do colesterol alto”, pontua o Dr. Alexandre Fortini.

Estimule o seu cérebro: assim como o corpo, a saúde mental merece atenção durante toda a vida. “Exercitar o cérebro nos condiciona à tomada de decisão nas atividades diárias, desde as ações básicas até as atividades que requerem um raciocínio mais complexo”, conclui o geriatra.

Ficou atento a todas as dicas? Coloque-as em prática e tenha mais qualidade de vida.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Hospital Santa Virgínia.

Publicado em: 19/2/2019

 Imprensa  Centenário  Contato
Av. Celso Garcia, 2.294 - Belenzinho - SP
Hospital Santa Virgínia © 2018